Artigos - Vento no Fogo

Ir para o conteúdo

Menu principal:

"Pai perdoa-lhes porque não sabem o que fazem." (Lc 23.34) Esta frase dita por Jesus na cruz nos ensina um importante princípio para amar pessoas e entender a razão das mesmas nos ferirem. Repare que o Mestre não enfoca "o que" fizeram, mas sim o "porque" agiram dessa forma. Ele afirma: "porque não sabem o que fazem perdoa-lhes Pai". A ignorância é o que leva as pessoas a crucificarem quem elas deveriam amar. A ignorância de levar Cristo a Cruz estava conectada com o desconhecimento que eles tinham sobre quem era Jesus.  Se soubessem qual era a identidade de Jesus e o que Ele representava jamais teriam procurado matar quem os poderia dar vida. Desconhecer a Cristo é o principal motivo para todo tipo de pecado. A pessoa que não conhece a Cristo conhece a mágoa, rancor, vingança, abandono, senso de inferioridade e muitas vezes faz com os outros o que a vida fez com ela.

          Nosso erro é apenas atentar para o mal que fizeram conosco mas não pensar no "porque" agiram de tal forma. Debaixo dessa atitude achamos que o indivíduo que nos fere faz isso porque quer. Nos ofendemos porque achamos que quem nos crucifica são pessoas que estão tomando "água de cocô na praia" e resolveram em seu oásis nos ferir. Contudo não se esqueça que os que ferem são os feridos, quem machuca são os machucados, os que magoam são os magoados que nunca tiveram uma real experiência de conhecer o amor de Cristo que poderia os curar.

          Não importa se a pessoa se diz cristã, se ela está crucificando a sua vida é porque ela precisa conhecer mais a Cristo. Pois quem diz que conhece a Deus mas odeia seu irmão ainda não O conhece (1 Jo 4.8). Faça como Cristo, pare de olhar para a ofensa observe o porque da ofensa. É entendendo a ignorância de nossos algozes que vamos pedir ao Pai que os perdoe. Dessa forma não apenas clamaremos o perdão do Pai, como seremos também capazes de manifestar a eles o perdão que um dia nos perdoou.


LEIA MAIS ARTIGOS




 
Copyright 2015. Ministério Vento no fogo.
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal